I Ciclo de Debates – Programação e Resumos

Clique aqui para fazer download da Programação completa do evento, em arquivo pdf.

Clique aqui para fazer download do Caderno de Resumos do evento.

Clique aqui para se inscrever gratuitamente.

Diretora da Missão Arqueológica Argentina no Egito

2

3

4

5

6

Anúncios

I Ciclo de Debates sobre Oriente Antigo

APRESENTAÇÃO

Diretora da Missão Arqueológica Argentina no EgitoO evento proposto tem como objetivo levar o debate científico à comunidade universitária por meio de conferências ministradas por profissionais (doutores) e comunicações orais a serem feitas por pesquisadores (mestres), alunos de pós-graduação (mestrandos) e de graduação (iniciação científica e bacharelado), que estão desenvolvendo a pesquisa na área. Este primeiro Ciclo de Debates está sendo proposto na área de Oriente Antigo com foco na Egiptologia, um dos ramos da História Antiga que está sendo desenvolvido e aperfeiçoado no PPGH – Programa de Pós-graduação em História da UFRN e que será um dos pontos fortes do grupo de pesquisa cuja criação está sendo planejada para o presente ano.

O evento é totalmente gratuito!

As comunicações ocorrerão no prédio do Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), nomeadamente nos auditórios B e C.

Clique aqui para se inscrever!

LOCALIZAÇÃO

Espaço-Tempo: Enredos entre Geografia e História

Espaço-tempo capa

É com grande alegria que apresentamos o livro “Espaço-Tempo: Enredos entre Geografia e História“, organizado pelos professores Alessandro Dozena e Eugênia Maria Dantas, do Departamento de Geografia da UFRN, que conta com cinco artigos sobre História Antiga, escritos durante o Curso de Mestrado em História pela UFRN!

Sobre o livro:
Este livro é uma organização decorrente da produção de alunos vinculados aos programas de Pós-Graduação de História e de Geografia, do Centro de Ciências Humanas Letras e Artes, da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, que frequentaram a disciplina Geografia Cultural, Espacialidade da Religião e Cultura Popular. Nele, o leitor pode encontrar a perspectiva geo-histórica discutida em escalas espaços-temporais variadas, o que possibilita navegar por panoramas temáticos plurais. O livro se constitui em uma vereda a ser explorada pelos interessados em contextos reflexivos nos quais o espaço emerge como condição para a organização da sociedade. Esses contextos podem ser lidos e interpretados a partir da memória, da identidade, do sagrado, do profano, da arte e da guerra.

Relação de artigos sobre História Antiga:

A construção do espaço arquitetônico em palácios neoassírios (884-727 a.C.): Guerra e ordem na sala do trono
Ruan Kleberson Pereira da Silva

Análise de espaços sagrados e a construção de espaços isíacos na obra O Asno de Ouro, de Apuleio
Liliane Tereza Pessoa Cunha

Experiência, lugar e memória na XX dinastia do Antigo Egito (1190-1077 a.C.): Ramessés III e o templo de Medinet Habu
Arthur Rodrigues Fabrício

Um mapa do post-mortem: o “Livro dos Mortos” como um guia de orientação entre dois mundos
Keidy Narelly Costa Matias

Entre homens e deuses: a fundação de Roma e a representação do equilíbrio terreno e divino
Ana Paula Santana Filgueira

O livro pode ser baixado gratuitamente clicando aqui!

Máscaras Funerárias do Egito Romano: crenças funerárias, etnicidade e identidade cultural – livro de Marcia Vasques

Resultado da tese de doutorado defendida no Museu de Arqueologia e Etnologia da Usp em 2006, este livro traz discussões atualizadas a respeito do debate sobre Romanização e Imperialismo aplicados ao estudo do Egito enquanto província romana.

560fe1a6d99154596c1972a97b7e7fd7d39def46Tendo como fonte documental as máscaras funerárias produzidas no Egito entre os séculos I e III d.C. a obra tenta elucidar o impacto da presença romana em regiões como o Fayum, o Médio Egito, o Alto Egito e os oásis de Kharga e Bahariya. Embora os costumes funerários analisados sejam egípcios, a observação dos essencialmente elementos iconográficos das máscaras funerárias permite verificar a adaptação do meio egípcio frente à presença romana, a qual variava conforme o status das cidades ou a sua proximidade com grandes centros como Alexandria. Em formato reduzido de livro, busca-se levar ao leitor um pouco do Egito Romano e do debate historiográfico a respeito desta intrincada província imperial.

Clique aqui para comprar!

Defesa de monografia de Ruan Silva

O IMPACTO DA EXPANSÃO DO IMPÉRIO NEOASSÍRIO NA REGIÃO PALESTINA DURANTE O SÉCULO VIII A.C.

Autor: Ruan Silva.
Orientadora: Dra. Marcia Severina Vasques.
Banca: Dra. Lyvia Vasconcelos e Dr. Francisco Santiago.

Data: 30/06;
Horário: 14h;
Local: Auditório B, CCHLA, UFRN.

Resumo:
Este trabalho tem por finalidade analisar o impacto da expansão do Império Neoassirio na região da Palestina Antiga durante o século VIII a.C., sobretudo no governo do rei assírio Tiglath-pileser III (745-727 a.C.). Analisaremos o contexto de definição e delineamento das identidades étnicas orientais, tal como os discursos de alteridade que são produzidos em Israel e na Assíria. Pretendemos, com isso, definir que ambos os povos possuíam ideologias político-militares e religiosas com traços semelhantes, sobretudo no que se refere à prática de guerras ordálicas.

Palavras-chave: Identidade étnica. Discursos de Alteridade. Guerra ordálica.