Entrevistas

Dra. Marcia Severina Vasques – UFRN

Professora Associado I da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, Departamento de História, CCHLA – Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes. Formação acadêmica pela Universidade de São Paulo: graduação em História (1993), mestrado (2000) e doutorado (2006) em Arqueologia. Área de atuação: Arqueologia Clássica, Egiptologia e História Antiga, com destaque para o estudo da cultura material e da religião funerária do Egito Romano. Linhas de pesquisa: espaço funerário e imaginário da morte no Mundo Antigo; Imperialismo, poder e identidades: o Império Romano e suas províncias; espaços sagrados na Antiguidade: paisagens, mitos e rituais.

Dra. Airan dos Santos Borges – UFRN

Profa Dra. Airan dos Santos possui graduação em História, mestrado em História Comparada e Doutorado em História pela Universidade Federal do Rio de Janeiro. Em 2014 realizou um estágio de pesquisa supervisionado pelo Prof. Dr. Carlos Fabião junto à Universidade de Lisboa, especializando-se em História Antiga com ênfase nas áreas: História Romana, História do Império Romano e Arqueologia Provincial Romana. Atualmente tem como tema de pesquisa as estratégias de formação, consolidação e integração dos grupos de elites provinciais romanas no contexto da atual Península Ibérica, e é professora adjunta da área de História Antiga no Departamento de História da Universidade Federal do Rio Grande do Norte, campus CERES.

Dr. Alex Martire – LARP, MAE-USP

Alex Martire é historiador (Faculdade de Filosofia, Letras e Ciências Humanas – USP) e arqueólogo (Mestre em Arqueologia pelo Museu de Arqueologia e Etnologia – USP), tendo desenvolvido sua pesquisa de Doutorado na área de Ciberarqueologia pelo MAE-USP. Tem experiência em História e Arqueologia Clássicas, especializando-se em Roma Antiga. Sua dissertação de Mestrado versou sobre as técnicas e tecnologias empregadas na mineração romana antiga da Hispânia. Seu doutorado versou sobre a construção virtual e interativa da área de mineração antiga denominada Vipasca, ao sul de Portugal (atual Aljustrel). É pesquisador do Laboratório de Arqueologia Romana Provincial (LARP, MAE-USP), sendo responsável pelo desenvolvimento da área de ciberarqueologia, à qual é o primeiro a ter projeto de pesquisa acadêmico registrado em âmbito nacional (financiado pela FAPESP). Os trabalhos ciberarqueológicos dirigidos pelo pesquisador no LARP já foram objetos de pauta em meios midiáticos impressos e digitais.

Dra. Cintia Alfieri Gama – FMU

Doutora pela École Pratique des Hautes Études – EPHE (2016) e professora nas Faculdades Metropolitanas Unidas. Possui graduação em História pela Universidade de São Paulo (2003), graduação em Licenciatura pela Universidade de São Paulo (2004), mestrado em Arqueologia pela Universidade Federal do Rio de Janeiro (2008). Integra duas missões arqueológicas no Egito e atuou como conselheira cientifica no Museu do Louvre. Tem experiência na área de História e arqueologia, tendo participado de diversas escavações no Egito. Atuando principalmente nos seguintes temas: história da gastronomia, história antiga, egiptologia, religião, história e arqueologia.

Dr. Francesco Tiradritti – Uni Kore (Itália) 

Doutor em egiptologia pela Università degli Studi di Roma “La Sapienza” (1996); professor da Università degli Studi di Enna “Kore”, na Itália; e diretor da Missão Arqueológica Italiana em Luxor, Egito. Clique aqui e conheça o projeto do prof. Dr. Francesco Tiradritti na Tumba de Harwa.

Dra. Katia Maria Paim Pozzer – UFRGS

Bacharel e licenciada em História pela UFRGS, obteve Diplôme d’Études Approfondies em Histoire et Civilisations de L’Antiquité pela Université Paris I (Panthéon-Sorbonne) em 1993, concluiu doutorado em História na Université de Paris I (Panthéon-Sorbonne) em 1996 e Pós-doutorado na Université de Paris X – Nanterre em 2011. Atualmente é Professor Adjunto do Curso de História da Arte, do Instituto de Artes e do Programa de Pós-graduação em História da Universidade Federal do Rio Grande do Sul. Coordena o Laboratório do Mundo Antigo e Medieval (LAMAM) e é líder de grupo de pesquisa no CNPq. Em 2011 atuou como Pesquisador Visitante no Grupo de Pesquisa Histoire et Archéologie de l’Orient Cunéiforme (HAROC), na Maison René-Ginouvès, Arqueologia e Etnologia – CNRS, Université de Paris I – Panthéon-Sorbonne e Université de Paris Ouest-Nanterre – La Défense, na França. Atua na área de História da Arte Antiga e Medieval, com ênfase em História da Arte Oriental, em História Antiga Oriental e em Teoria e Metodologia da História. Atualmente coordena o projeto de pesquisa Memória Cultural na Gênese e Desenvolvimento da Arte Islâmica, com apoio do CNPq, da FAPERGS e da UFRGS.

Dr. Marcelo Rede – USP

Professor de História Antiga da USP. Graduado em História pela Universidade de São Paulo (1988), com mestrado em História pela Universidade Federal Fluminense (1994), Diploma de Estudos Aprofundados (2000) e doutorado (2004) em História Antiga (Assiriologia) pela Université de Paris 1 – Panthéon-Sorbonne. Realizou estágio em epigrafia cuneiforme no Museu do Louvre, entre 1999 e 2002, publicando os documentos inéditos do sítio de Tell Senkereh (Larsa). Fez estudos de sumério, acadiano e arqueologia oriental na École du Louvre e na École Pratique des Hautes Études (Paris). Entre 1992 e 2008, foi professor da Universidade Federal Fluminense. É Membro Estrangeiro do Laboratório HAROC do CNRS francês (Histoire et Archéologie de l’Orient Cunéiforme) e foi e coordenador do LAOP (Laboratório do Antigo Oriente-Próximo), entre 2011 e 2015.

Dra. Margaret Marchiori Bakos – PUC-RS

Possui graduação em História pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (1971) e doutorado em História pela Universidade de São Paulo (1986); tem pós doutorado pela University College London (1988/89). É Professora adjunto (aposentada) de História do Brasil e de Historia Antiga da Universidade Federal do Rio Grande do Sul e foi Professora e Pesquisadora do Programa de Pós-graduação em Historia da PUCRS (1993-2013). É Professora Sênior do quadro permanente de docentes da Universidade Estadual de Londrina. Realizou estágio de Pós-Doutorado em História do Egito Antigo no University College London, Inglaterra (1988/89). Passou a desenvolver pesquisas sobre egiptologia/egiptomania em 1995, com apoio de Bolsa Produtividade do CNPq. Atualmente é bolsista produtividade com o projeto intitulado: Contribuições de Yaroslav Cerny (1898-1970) para o conhecimento da história de Deir el Medina.

Dra. María Violeta Pereyra – Universidad de Buenos Aires

Doctor de la Universidad de Buenos Aires;
Profesora de Enseñanza Secundaria, Normal y Especial en Historia;
Licenciada en Historia.

Dr. Pedro Paulo A. Funari – UNICAMP

Bacharel em História (1981), mestre em Antropologia Social (1986), doutor em Arqueologia (1990), pela USP, livre-docente em História (1996) e Professor Titular (2004) da Unicamp. Professor de programas de pós da UNICAMP e USP, Distinguished Lecturer University of Stanford, Research Associate – Illinois State University, Universidad de Barcelona, Université Laval (Canadá), líder de grupo de pesquisa do CNPq, assessor científico da FAPESP, orientador em Stanford e Binghamton, foi colaborador da UFPR, UFPel, docente da UNESP (1986-1992) e professor de pós das Universidades do Algarve (Portugal), Nacional de Catamarca, del Centro de la Provincia de Buenos Aires e UFRJ. Tem experiência na área de História e Arqueologia, com ênfase em História Antiga e Arqueologia Histórica, além de Latim, Grego, Cultura Judaica, Cristianismo, Religiosidades, Ambiente e Sociedade, Estudos Estratégicos, Turismo, Patrimônio, Relações de Gênero, Estudos Avançados.

Dra. Renata Senna Garraffoni – UFPR

É professora no Departamento de História da Universidade Federal do Paraná (associado III), com experiência na História Antiga, atuando principalmente nos seguintes temas: antiguidade clássica, cultura popular, cultura material e literatura latina, gladiadores romanos e releituras do mundo antigo na modernidade. No momento é líder do grupo de pesquisa Encruzilhadas de narrativas: discursos biográficos, história e literatura, da UFPR, e vice-líder do grupo de pesquisa CNPq Antiguidade e Modernidade: História Antiga e Usos do Passado. É parceria do Centro de Pensamento antigo (CPA) da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas), além disso, é membro da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos (SBEC), Associação Nacional dos Professores de História (ANPUH), Roman Society for Classical Studies e World Achaeological Congress (WAC).Foi tutora do PET-História de setembro de 2010 a agosto de 2016, presidente da Associação Paranaense de História (APAH) no biênio 2008-2010, editora da Revista História: Questões e Debates entre março de 2010 a março de 2012, vice-presidente da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos (SBEC) no biênio 2012-2013 e editora da Revista Classica da Sociedade Brasileira de Estudos Clássicos no biênio de 2013-2014.

Anúncios