MAAT na CIENTEC 2017

Por Felipe Aiala de Mello (MAAT/UFRN)¹

Entre os dias 25 e 27 de outubro de 2017, aconteceu a XXIII CIENTEC — Semana de Ciência, Tecnologia e Cultura —, na Universidade Federal do Rio Grande do Norte, em Natal. O evento, que já se tornou tradição, contou com a participação de diversos segmentos da universidade e foi um momento de intenso convívio entre a academia e a comunidade externa. Este ano, com uma temática progressista – Equações criativas, soluções para a vida —, buscou-se apresentar soluções inovadoras para os problemas humanos. A ideia da XXIII CIENTEC foi justamente encontrar as possibilidades de interação entre as ciências, com soluções inovadoras e interdisciplinaridades.
O grupo MAAT — Núcleo de Estudo de História Antiga — fundado em 2009, que participa desse evento desde 2011, teve o prazer de apresentar o projeto História Antiga lúdica: o ensino por meio de Jogos. O MAAT proporcionou ao público presente atividades divertidas para diversas faixas etárias, com o objetivo de apresentar a História Antiga de forma didática e agradável, sem perder de vista o sólido embasamento teórico que a temática exige. Nos estandes 77 e 78, o MAAT montou um cenário típico da Antiguidade — um banquete romano —, contando com reproduções de pinturas encontradas em tumbas do Egito Romano.
O sucesso foi garantido, tendo em vista que mais de 700 pessoas, incluindo-se aí famílias inteiras e diversos grupos escolares, visitaram os estandes e participaram ativamente dos jogos interativos, tais como quebra-cabeças, caça-palavras, jogo da memória, jogo temático de detetive, jogos de tabuleiro — As Aventuras de Odisseu e Conhecendo a Antiguidade: Uma Viagem no Tempo —, jogo de dominó com figuras egípcias, dentre outros. Com o intuito de promover o conhecimento para além dos estereótipos que cerceiam a História Antiga, os integrantes do MAAT, alguns fantasiados de personagens históricas — centuriões romanos e Cleópatra VII —, foram os responsáveis por toda a produção apresentada no evento, sob a orientação e a supervisão da coordenadora do Núcleo — a Profa. Dra. Marcia Severina Vasques.

Notas:

¹ Graduado em Relações Internacionais; graduando em História (UFRN). Membro do Núcleo de Estudos de História Antiga (MAAT/UFRN)

Anúncios

Livro “Identidade no Mundo Antigo: pesquisa, diálogos e apropriações”

Divulgamos a publicação do livro “Identidade no Mundo Antigo: pesquisa, diálogos e apropriações“, resultado do VIII Encontro Nacional de História Antiga da ANPUH, ocorrido em Natal, na UFRN, de 13 a 15 de agosto de 2014. O livro é organizado pela Dra. Marcia Severina Vasques, coordenadora do MAAT, e pela Dra. Lyvia Vasconcelos Baptista, ambas da UFRN.

Escrevem neste livro: Maria Isabel D’Agostino Fleming, Alexandre Cerqueira, Adriene Baron Tacla, Vagner Carvalheiro Porto, Norma Musco Mendes, Cláudia Beltrão da Rosa, Gilvan Ventura, Sílvia Márcia Alves Siqueira, Ana Teresa Marques Gonçalves e o professor convidado, do Trinity College de Oxford, Bryan Ward-Perkins.

Clique aqui para adquirir o seu.

capaidentidadenomundoantigocontracapaidentidadenomundoantigo